PALMIRINHA: RELEMBRE A TRAJETÓRIA DA COZINHEIRA ÍCONE DA TV

Palmirinha era considerada a vovó da TV brasileira. A apresentadora morreu neste domingo (7) em São Paulo, aos 91 anos, em decorrência de agravamento de problemas renais crônicos. A notícia foi confirmada pela família em um comunicado oficial realizado no perfil de Palmirinha.

“Palmirinha era considerada a vovó mais querida do Brasil por sua atuação de décadas como apresentadora de programas de culinária na TV aberta e fechada. Seu jeito simples e cativante de apresentar suas receitas foi o que possibilitou ganhar uma legião de fãs, amiguinhas e amiguinhos, como os chamava. Exemplo de mãe que sempre batalhou para sustentar sua casa, dar educação e uma vida digna com qualidade para suas três filhas, Palmirinha é referência de mulher guerreira que também soube empreender e superar as dificuldades da vida.”

SOBRE A VIDA DE PALMIRINHA

Nascida em junho de 1931, em Bauru, São Paulo, Palmira Nery da Silva Onofre, mais conhecida como Vovó Palmira ou Palmirinha é filha de um baiano e de uma imigrante italiana. De acordo com relatos de sua autobiografia “A Receita da Minha Vida”, lançada em 2011, passou por diversas dificuldades na infância, como abusos e até ter sido vendida pela própria mãe.

Com ciúmes da relação de Palmirinha com o pai, a cozinheira, ainda pequena, era maltratada pela mãe.

“Ela me maltratava muito. Apanhei muito com vara de marmelo. Ela foi abusiva e me maltratou muito”, disse em uma entrevista para Marília Gabriela, após o lançamento do livro. Na autobiografia, Palmirinha conta que foi “adotada” por uma senhora francesa quando ainda tinha seis anos – somente com o consentimento dos pais. “Ela prometeu para o meu pai que eu seria uma dama de companhia dela, e que ela iria abrir uma caderneta de poupança em meu nome”, relembrou.

A apresentadora de TV viveu por dez anos como secretária e dama de companhia, e com isso acabou abandonando os estudos.

Após a morte do pai, quando ainda tinha 16 anos, a mãe tentou sacar o valor que era depositado pela senhora francesa, sem sucesso. Palmirinha voltou com a mãe para Bauru e no interior de São Paulo foi vendida – pela própria mãe – por cinco mil réis (moeda da época) para se relacionar sexualmente com um fazendeiro paulista. Na época, Palmirinha foi socorrida pela tia.

Vovó Palmira se casou aos 19 anos, após um ano de namoro com um rapaz, com o objetivo de sair da casa da mãe. “Depois que eu casei, voltei a estudar. Queria fazer uma faculdade, mas infelizmente meu marido achava que eu iria namorar ao invés de estudar. Apanhei muito”, contou. Palmirinha teve três filhas com o marido – Tânia, Nancy e Sandra – e foi vítima de violência doméstica até o dia em que decidiu se separar, quando já estava com 45 anos.

“Não me rebelei porque eu achava que se eu me separasse, eu iria prejudicar o casamento das minhas filhas. Então, eu aguentei até o fim, porque meu sonho era que minhas filhas se casassem bem para não ter o mesmo destino que o meu”, contou durante a entrevista. “Às vezes, eu ia para o trabalho com a boca saindo sangue ainda. E eu falava assim (para as colegas de trabalho): ‘Caí e bati no canto da mesa’. E uma amiga falava: ‘Que nada, ela apanhou do marido’. Isso era muito triste para mim, sabe? Eu queria inventar uma coisa, e a pessoa me desmentia. Eu me sentia muito humilhada”, concluiu.

CARREIRA DE PALMIRINHA NA TV BRASILEIRA

De acordo com a família de Palmirinha, a cozinheira estreou na TV em 1994, na TV Bandeirantes, aos 63 anos, em uma matéria do programa de Silvia Popovic“Programa Silvia Popovic” (1990-2006). Quem lançou mesmo Palmirinha na televisão foi Ana Maria Braga, que na época apresentava o programa “Note e Anote”, na Record. O talento de Palmirinha impressionou a apresentadora, fazendo com que fosse colaboradora do programa por mais cinco anos. Palmirinha recebeu este apelido, inclusive, por conta de Ana Maria Braga. As duas se chamavam no diminutivo: Aninha e Palmirinha.

Em 1999, recebeu a proposta de ser apresentadora de um programa na TV Gazeta. Em fevereiro de 2000, Palmirinha estreava o “TV Culinária”, programa de receitas em que apresentou e cozinhou até 2010. Em 2015, foi convidada pelo canal Bem Simples/FOX Life, na TV fechada, para apresentar o “Programa da Palmirinha”, em que ficou de 2012 a 2015.

Em 2019, a vovó da TV brasileira foi convidada para participar do programa “Mais Você”, de Ana Maria Braga, na TV Globo.

“Foi muito sofrimento, você sabe disso, muitas portas se fechando. Mas, quando eu comecei a trabalhar com você, eu fui crescendo e pude aprender a falar na televisão, a atender meu público. E por você, ganhei um programa para apresentar”, disse Palmirinha à Ana Maria na ocasião.

O último trabalho da apresentadora na TV também foi em 2019. Palmirinha foi jurada no reality “Chef ao Pé do Ouvido”, do canal da TV fechada GNT. Durante a pandemia, ela participou também de uma reportagem do “Bom Dia SP”, jornal local de São Paulo da TV Globo, em que ensinava a fazer pão caseiro.

Os fãs de Palmirinha sempre trataram a cozinha e apresentadora com o carinho e com o sucesso que ela merecia. Chamados de “amiguinhos” e “netinhos”, Palmirinha e o boneco Guinho – interpretado por Anderson Clayton – viralizou diversas vezes na internet por deslizes ou comentários engraçados que a dupla cometia durante os programas.

Esta é uma singela homenagem do Lorena R7Vovó Palmirinha marcou a TV brasileira com programas de culinária acessíveis ao público. Palmirinha foi uma guerreira ao longo de toda sua vida. Mesmo passando por abusos e dificuldades, a apresentadora venceu paradigmas com o do etarismo e conquistou milhares de pessoas ao longo dos anos. Palmirinha deixa três filhas, três genros, seis netos, três bisnetos e uma legião de netos que cresceram assistindo a cozinheira na TV e criando uma relação com a cozinha e com a comida.

Foto destaque: Palmirinha Onofre, em 2014. Iwi Onodera/EGO.

José Bragança

Jornalista, estudante de Letras e especialista em direitos autorais. Tem 24 anos, capricorniano, morador da Glória (RJ) e pai de pets: Lully e Jurema.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *